Projeto da Escola dos Servidores, Centro Cultural e
Escola da Magistratura do PJ/MT

A escola foi projetada em um terreno na cidade de Cuiabá.
Cidade histórica fundada em 1719 situada entre a floresta Amazônica o Pantanal e região de Cerrado.
È o Centro Geodésico da América do sul e divisor de águas das bacias Amazônica e do Prata e apresenta uma  temperatura média de 35 graus celcius). 
O projeto tem o propósito de representar espacialmente e plasticamente a idéia que almejamos em uma escola. Com uma atmosfera positiva, próspera e otimista, num lugar que traga bem-estar a todos e que todos sintam que o novo é possível e acessível. Um lugar onde os servidores e magistrados tenham acesso ao conhecimento e informação de uma forma plena e humanista com uma agenda viva e dinâmica de atividades culturais;
Num lugar que tenha uma arquitetura como a vida que a gente quer pra gente.
Que a arquitetura atenda a definição de arte de criar cenários para as pessoas serem felizes.
  -O Prédio é Conceitual, pois trás a idéia de se harmonizar e se contextualizar ao meio ambiente que está inserido;
Esse conceito porem não é novo, pois a harmonia tem a idade do tempo e a sustentabilidade é um conceito que historicamente apenas nos desviamos dele, mas sempre foi necessário e inerente. A arquitetura é um cenário artificial que inserimos na natureza onde tudo é harmônico e interdependente.
   -O íntimo vínculo da cultura local com a natureza (Amazônia, Chapada e Pantanal) induziu a identificação com formas orgânicas, formas inspiradas na natureza ao mesmo tempo, formas que conferem ao prédio uma estética de alta tecnologia.
  -A cobertura, em estrutura metálica e telhas termo-acústicas,  se desenvolve em arcos sobre a construção, gerando um grande vão livre que propicia uma generosa área avarandada de sombra e de ventilação e iluminação, natural como uma grande Mangueira, que da sombra e frutos.
  -À sombra desta varanda Cultural se observará a vista para a AV. do CPA, para a praça das Bandeiras e para a  Reserva Ambiental Estadual da nascente do Córrego do Barbado (o Córrego urbano de maior contribuição ao rio Cuiabá). Este espaço sugere um ambiente multi-uso para eventos de natureza cultural exposições de arte, lançamento de livros, apresentação de corais etc.
  -A atenção ao movimento do Sol e características culturais da região nortearam soluções que contribuíram para amenizar o nosso calor cuiabano, obtendo conforto ambiental, manipulando a energia natural em detrimento do uso da energia artificial. Um destes artifícios é a cobertura móvel por controle remoto e motores elétricos. A energia do sol será transformada em energia elétrica por meio de placas fotovoltaicas, que será armazenada em baterias que fornecerão energia para que os motores elétricos viabilizem o acionamento da cobertura móvel, que ao abrir proporcionará a exaustão espontânea do ar quente acumulado no ambiente(o calor do sol irá refrescar o prédio).

 

 

Project of the Civil Servant School, Cultural Centre and Magistrates School
of the Judiciary from the State of Mato Grosso.

 

  The school was planned for an area in the city of Cuiabá, a historic town founded in 1719 and located between the Amazon Forest, the Pantanal and the cerrado region.
It is the South American Geodesic Centre and the division between the Amazon and Prata reservoirs with an average temperature of 35º centigrade all year round.
The project aims at representing spatially and plastically the idea we want for a school. One with a positive, prosperous and optimistic atmosphere in a place which brings welfare to all and that all feel that the new is possible and accessible. A place where civil servants and magistrates will have access to knowledge and information in a whole and humanistic way, with a lively and dynamic schedule of cultural activities.
It is also meant to be a place which has been designed like the life we want, one which fulfills the definition of “the art of creating backgrounds for people to be happy”.
- The building is conceptual as it is contextualized with the environment around it. This concept is not new, as harmony is as old as time and sustainability is a concept from which we have historically only deviated from, but which has always been necessary and inherent. Architecture is an artificial background that we bring into nature where everything is harmonic and interdependent.
- The close liaison between the local culture and nature (Amazon, Chapada and Pantanal) has brought the identification with organic forms, inspired by nature while giving the building high quality aesthetic forms.
- The roof, in metallic structure and thermo-acoustic tiles, was developed in arches over the construction, generating a big unblocked area which allows for a generous veranda with shadow, ventilation and natural lighting such as a huge mango tree, which gives shadow and fruit.
- Under the shadow of this cultural veranda the CPA avenue, the Bandeiras Square and the State Environmental Park can be seen, the last being the spring of the Barbado stream (urban stream which brings the major contribution to the Cuiabá River). This space suggests a multiuse environment for cultural events as well as art exhibitions, book release, choir presentations, etc.
- Close attention to the Sun movement as well as regional cultural characteristics have led to solutions which contributed to lessen the effects of the heat in the area, obtaining environmental comfort, by manipulating natural energy instead of using artificial energy. One of these was the movable roof, which slides with remote controls and electric engines. The solar energy will be transformed into electric energy through photovoltaic cells and will be kept in batteries which will later provide energy to the electric engines responsible for the movement of the roof, which will allow for the exhaustion of the accumulated heat when open (sun heat will refresh the building.